OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


quarta-feira, 11 de março de 2015

QUEM É RESPONSÁVEL PELA CONDUTA DOS ADOLESCENTES? (1ª PARTE)

"Não devemos culpar totalmente os adolescentes por se meterem nas dificuldades em que hoje tantos deles se encontram. Devemos olhar os pais deles, e os pais dos pais. Em primeiro lugar e acima de tudo, os próprios pais são muitas vezes indisciplinados, e portanto fracassam em dar o bom exemplo. Não me refiro ao exemplo do tipo 'sou melhor do que você', mas o tipo correto de exemplo: de compreensão, de firmeza quando esta é necessária; nunca, porém, disciplinar quando suas próprias emoções estão fora de controle. Se um pai procura compreender os filhos, ele não se esconderá atrás da atitude 'porque sou seu pai (ou mãe), você tem que me obedecer'. Isso não funcionará com os filhos.

Além de dar-lhes amor, os pais devem aprender a ser companheiros dos filhos, e esse relacionamento deve começar logo cedo. Se os pais não cultivarem uma relação com os filhos quando estes são ainda muitos novos, não haverá a comunicação entre pai e filho quando os jovens crescerem. 

Os filhos não devem ser tratados com excessiva complacência, com presentes, na tentativa de satisfazer todos os seus desejos. Eles deveriam esforçar-se para obter algumas das coisas que desejam, a fim de conhecerem e apreciarem o valor delas. Se não aprenderem isso em casa, a vida lhes ensinará isso mais cedo ou mais tarde, talvez sob circunstâncias lamentáveis. Deve-se ensinar os filhos a terem responsabilidade em ganhar e merecer o que recebem.

Em alguns lares, a mãe prepara toda a comida, lava todos os pratos, faz todo o serviço de casa, e as crianças não recebem nenhuma tarefa ou responsabilidade. Isso não está certo. Espera-se que as crianças executem pequenos afazeres domésticos, dentro de sua capacidade e limitações da idade. Deve-se ensinar a cada uma o senso de responsabilidade e autorrespeito, como um membro da família justo e colaborador.(...)"

(Sri Daya Mata – Só o Amor – Self-Realization Fellowship -  p. 53/54)


Nenhum comentário:

Postar um comentário