OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

CRIAR BONS HÁBITOS E DESTRUIR MAUS HÁBITOS (PARTE FINAL)

"(...)Enfraqueça um mau hábito evitando tudo que o ocasiona ou o estimula, sem se concentrar nele em seu afã de evitá-lo. Em seguida, desvie a sua mente para algum hábito bom e cultive-o imperturbavelmente, até que se torne uma parte confiável de você. Mesmo um mau hábito leva tempo para predominar; logo, por que se impacientar com o desenvolvimento vagaroso do bom hábito oposto? Não se desespere com os seus hábitos indesejáveis; simplesmente deixe de alimentá-los e fortalecê-los por meio da repetição. O tempo necessário à formação de hábitos varia de acordo com o cérebro e o sistema nervoso do indivíduo, sendo determinado, principalmente, pela qualidade da atenção.

Por meio do poder de atenção profunda, educada pela concentração, qualquer hábito pode se estabelecer – quer dizer, novos traçados podem ser feitos no cérebro – à vontade e quase instantaneamente. Quando quiser criar um bom hábito ou destruir um mau hábito, concentre-se nas células cerebrais, o depósito do mecanismo dos hábitos. Para criar um bom hábito, medite; e, então, com a concentração fixada no centro crístico, o centro da vontade entre as sobrancelhas, afirme, com profundidade, o bom hábito que você quer implantar. E quando você quiser destruir um mau hábito, concentre-se no centro crístico e afirme, com profundidade, que todas as ranhuras dos maus hábitos estão sendo apagadas.

Por meio da concentração e da força de vontade, você pode apagar até mesmo as ranhuras profundas dos hábitos antigos. Se é viciado em fumar, por exemplo, diga a si mesmo: ‘Por muito tempo o hábito de fumar tem estado alojado em meu cérebro. Agora eu ponho toda a minha atenção e concentração no meu cérebro e quero que esse hábito seja desalojado.’ Comande assim a sua mente, repetidas vezes. A melhor hora do dia para se fazer isso é pela manhã, quando a força de vontade e a atenção estão descansadas. Afirme repetidamente sua liberdade, usando todo o vigor da sua força de vontade. Um dia, de repente, você sentirá que já não está preso na armadilha desse hábito. (...)

Medite sobre o pensamento ‘Eu e meu Pai somos um’, tentando sentir uma grande paz e em seguida uma grande alegria no coração. Quando essa grande alegria chegar, diga: ‘Pai, Tu estás comigo. Eu ordeno que Teu poder em mim cauterize, nas células do meu cérebro, os hábitos errôneos e as sementes das tendências passadas.’ O poder de Deus na meditação fará isso. Livre-se da consciência limitadora de que é homem ou mulher; saiba que é um filho de Deus. Então afirme mentalmente e ore a Deus: ‘Eu ordeno às minhas células cerebrais que mudem, que destruam as ranhuras dos maus hábitos que fizeram de mim um fantoche. Ó Senhor! Incinera-os em Tua luz divina.’

Suponhamos que o seu problema é deixar-se tomar pela ira frequentemente e, depois,  sentir-se culpado por ter perdido a calma. Todas as noites e manhãs, decida evitar a ira, vigiando-se cuidadosamente. O primeiro dia poderá ser difícil, mas o segundo poderá ser um pouco mais fácil. O terceiro será ainda mais fácil. Depois de alguns dias, você verá que a vitória é possível. Ao fim de um ano, se mantiver o seu esforço, você será outra pessoa."

(Paramahansa Yogananda – Onde Existe Luz – Self-Realization Fellowship – p. 110/113)


Nenhum comentário:

Postar um comentário