OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

AMOR DIVINO: O OBJETIVO SUPREMO DA RELIGIÃO E DA VIDA


Parte dos comentários de Paramahansa Yogananda, a respeito do contido em: Lucas 10:25-28 e Marcos 12:28-31 

“Todo o propósito da religião – na verdade, da própria vida – está condensado nos dois mandamentos supremos citados por Senhor Jesus nesses versículos. Neles está a essência da eterna verdade que caracteriza todos os caminhos espirituais genuínos, o irredutível imperativo que o homem precisa abraçar com alma individualizada, separada de Deus, se quiser recuperar a consciência de sua unidade com o Criador.
“Faze isso, e viverás”, disse Jesus ao doutor da lei que havia perguntado como obter a vida eterna. Quer dizer: “Se puderes amar a Deus plenamente na autêntica comunhão da meditação diária e, por meio de tuas ações, demonstrar amor ao próximo (teu irmão divino), assim como amas a ti mesmo, então te elevarás acima da consciência mortal deste plano ilusório de vida e morte, e conhecerás o Espírito eterno e imutável, presente em teu interior e em toda parte.”
“Destes dois mandamentos depende toda a lei e os profetas”, proclamou Jesus ao doutor da lei mencionado no Evangelho de Mateus. E, no Evangelho de Marcos, ao escriba que perguntara qual era o supremo mandado divino, Jesus respondeu: “O Soberano Cósmico, nosso Protetor, nosso Deus, é o único Senhor e Mestre de toda a criação. Ele te criou como um de Seus filhos, feito à Sua imagem, e trazes contigo a marca de um parentesco divino determinado por Ele. A ti cabe amar espontaneamente ao teu Criador com o amor que Ele implantou em ti – com todo o amor divino de seu coração, com toda a percepção intuitiva de tua alma, com toda a atenção de tua mente e com toda a força de tua determinação mental e energia física.”
Essa – declarou Jesus – é a mais importante de todas as leis cósmicas proclamadas pelo Espírito para a elevação e libertação da alma, pois, através dos portões do amor do homem, Deus estabelece Sua unidade com ele – uma união que o liberta do cativeiro da ilusão. Amar a Deus supremamente significa receber Dele realização e contentamento eternos, livrando-se o homem de todos os desejos que o levam temerariamente a contínuos nascimentos e mortes, com seus incalculáveis sofrimentos. (...)”
(Paramahansa Yogananda – A Yoga de Jesus – Ed. Self-Realization Fellowship – p. 101/102)

Nenhum comentário:

Postar um comentário