OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


segunda-feira, 12 de agosto de 2013

SUPERAR AS EMOÇÕES NEGATIVAS (1ª PARTE)

"Tudo o que partir de você voltará a você. Odeie e receberá ódio em troca. Quando se deixa invadir por emoções e pensamentos desarmoniosos, você está se destruindo. Por que odiar ou ter raiva de alguém? Ame seus inimigos. Por que arder no calor da ira? Se ficar com raiva, trate de superar esse estado imediatamente. Saia para uma caminhada, conte até dez ou quinze, ou desvie a mente para algo agradável. Abandone o desejo de represália. Quando você se encoleriza, o cérebro se superaquece, o coração tem problemas com as válvulas, todo o seu corpo se desvitaliza. Irradie paz e bondade, pois essa é a natureza da imagem de Deus dentro de você - sua verdadeira natureza. Então ninguém poderá perturbá-lo. 

Sempre que sentir ciúmes, você é cúmplice da ilusão cósmica de Satã.² Sempre que estiver com raiva, é Satã quem o guia (...) Cada vez que a voz do ciúme, do temor ou da ira falar, lembre-se de que essa não é a sua voz. Ordene que ela se vá, mas você não será capaz de expulsar esse mal, por mais que tente, enquanto abrigar em sua mente esses sentimentos negativos. Erradique de dentro de você o ciúme, o temor e a ira, de modo que, quando um impulso maligno mandá-lo odiar ou ferir, uma outra voz interna mais forte lhe diga: ame e perdoe. Escute essa voz.

O ciúme provém de um complexo de inferioridade e se expressa por meio da suspeita e do medo. Significa que a pessoa tem medo de não poder se manter no seu relacionamento com os outros, seja ele conjugal, filial ou social. Se sentir motivos para ter ciúme de alguém - por exemplo, se teme que a pessoa amada transfira sua atenção a outrem - primeiro empenhe-se em compreender se lhe falta alguma coisa interiormente. Aprimore-se. Desenvolva-se. A única maneira de conservar o afeto ou o respeito de outra pessoa é aplicar a lei do amor e merecer o reconhecimento dela mediante o autoaprimoramento (...) A satisfação resulta do aperfeiçoamento constante de si, de modo que, ao invés de ter que procurar os outros, eles é que o procurarão. (...)"

² Maya (ilusão cósmica)

(Paramahansa Yogananda - Onde Existe Luz - Self-Realization Fellowship - p. 136/138)


Nenhum comentário:

Postar um comentário