OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


terça-feira, 24 de setembro de 2013

O CAMINHO DA DEVOÇÃO

"O modo mais fácil de encontrar Deus é pela devoção. Qualquer pessoa que procura o meio fácil deve concentrar-se, predominantemente, em desenvolver essa qualidade. Porém, junto com a devoção, também necessitará desenvolver o discernimento. Nosso guru, Paramahansa Yogananda, uma vez definiu o discernimento como o aprendizado para fazer as coisas que devemos fazer quando devemos fazê-las.

O discernimento espiritual mantém nossos pensamentos focalizados em um ponto. Sempre que praticamos qualquer ação, esse discernimento faz com que perguntemos a nós mesmos: 'Isso me dará mais percepção de Deus?' O discernimento nos permite dizer 'neti, neti (isto não, isto não)' àquelas ações que não nos conduzirão a Ele e nos compromete a evitá-las. Àquelas atividades que o discernimento nos disser que levarão a Deus, podemos dizer: 'Isto eu farei fielmente'. Se você seguir esses dois princípios básicos, devoção com discernimento, verá que constituem o meio mais simples para encontrar Deus. Naturalmente, quando digo 'devoção', isso inclui a prática das técnicas de meditação dadas pelo guru. 

Qual o modo mais fácil de conquistar alguém? Não é com a razão; é com o amor. Assim, a maneira lógica de conquistar o Amigo Divino é amá-Lo. Amor é o que eu buscava neste mundo. Eu vivia para o amor. Mas eu queria o amor que fosse perfeito; e compreendi que não temos o direito de esperar dos seres humanos o amor perfeito, porque eles mesmos são imperfeito. Um problema com o mundo hoje é que esposos e esposas, filhos, famílias, todos se queixam da falta de amor que recebem um do outro. Não param para pensar que, se você quer amor, precisa dar amor primeiro. Você não pode receber amor apenas exigindo-o de alguém. Você precisa dar, e então receberá. E se você quer Deus, precisa dar-Lhe amor primeiro. Em troca, receberá tamanha abundância que não chorará mais pelo amor imperfeito deste mundo.

Sempre que eu lia a respeito do amor ideal entre amigos, ou pais e filhos, ou esposos e esposas, pensava: 'Amado Deus, se esses relacionamentos humanos podem ser tão belos, muito mais lindo deve ser o relacionamento Contigo, de quem essas diferentes formas de amor fluem'. Como é inspirador e estimulante esse pensamento! Mas você não pode encontrar Deus simplesmente raciocinando sobre as qualidades Dele; você tem que tentar senti-las, concentrar-se nelas, meditar sobre a natureza Dele, até que as qualidades que
Ele manifesta tornem-se parte de sua própria experiência. Para conhecer Deus como amor, escolha um pensamento particular que desperte devoção em você e detenha-se bastante tempo nele, durante a meditação profunda, para aumentar a profundidade de seu sentimento."

(Sri Daya Mata - Só o Amor - Self-Realization Fellowship - p. 181/182)


Nenhum comentário:

Postar um comentário