OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


sábado, 16 de fevereiro de 2013

A SABEDORIA DO QUINTO EVANGELHO


"Disse Jesus: - Quem procura achará; a quem bate abrir-se-lhe-á.

Outros evangelistas acrescentaram: “Quem pede receberá”.

Muitos estranham que o homem deva pedir, procurar, bater, a fim de receber de Deus as coisas necessárias. Será que Deus não sabe do que o homem necessita?

Entretanto, convém lembrar que o Universo só funciona na base do Uno e do verso, do Creador e da creatura, do Doador e do receptor. Essa bipolaridade complementar caracteriza todos os setores do Universo.

O Uno do Infinito é dativo – o Verso dos finitos é receptivo.

Quando o verso é inconsciente, recebe automaticamente do Uno – é o que acontece em toda a natureza infra-hominal: os minerais, os vegetais, os animais, recebem automaticamente do Uno as coisas de que necessitam.

Mas quando o verso é consciente como o homem, o Uno só lhe dá algo na medida da sua receptividade. Essa receptividade, porém, é variável, elástica, proporcional. O homem consciente pode alargar ou estreitar a medida da sua recipiência.

A insistência no pedir, procurar, bater é um convite para que o homem alargue a sua capacidade receptiva, a sua abertura rumo ao Doador. O Uno do Creador só pode dar algo ao Verso da creatura consciente e livre na medida que esta for receptiva.

O Universo é um kosmos, isto é, um sistema de ordem e harmonia; cada creatura deve agir de acordo com a sua natureza. Quem pode, deve; quem não pode, não deve. O homem pode alargar a sua capacidade receptiva; logo deve. Se o homem recebesse algo sem pedir, procurar, bater, seria ele reduzido ao plano dos seres infra-hominais, que nada disto fazem, porque não o podem, e recebem tudo.

Toda esta insistência que os Mestres fazem em qualquer forma de orar ou pedir não tem a finalidade de lembrar a Deus das nossas necessidades; mas visa unicamente a estabelecer em nós as condições humanas para que a causa divina possa agir de acordo com a nossa natureza consciente."

(A Essência da Sabedoria – A Arte de Viver – p. 52/53 – In: O Quinto Evangelho, A Mensagem do Cristo Segundo Tomé, Huberto Rohden, Editora Martin Claret, São Paulo, 1993). 


Nenhum comentário:

Postar um comentário