OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


sexta-feira, 16 de novembro de 2012

AMOR E POSSE


O texto faz uma pequena abordagem sobre a diferença entre o sentimento do amor e a posse. Não obstante seja um texto longo, é muito interessante e esclarecedor. Em geral, a história tem demonstrado que a pessoa que diz amar tem o objeto amado como propriedade, quando, na verdade, quem ama na plenitude entende, liberta. Somos seres únicos, divinos, portanto livres e sem donos. Vamos ao texto:

“Pergunto: Por que tantos sofrem por amor?
Se o amor é um sentimento divino, por que nos faz sofrer?
Resposta: “Não há nada de errado com o amor!

Os seres humanos é que não o compreendem na sua totalidade. As pessoas comuns acham que quando amam têm que ter o seu amado como propriedade exclusiva, e isso é egoísmo, é infantilidade, é tudo – menos amor! O verdadeiro amor brota da alma e se reflete no coração. Aquele que verdadeiramente ama o faz em silêncio, e quer somente o bem estar, a felicidade e a evolução do ser amado. Quando esse amor é correspondido sinceramente, não há felicidade comparável nesse mundo! Porém, quando não o é, as pessoas se entristecem, se magoam, se desiludem. Pensem bem: todos são uma única grande célula no corpo de Deus-Pai-Mãe. Então, não deveriam se sentir infelizes e sim procurar expandir esse amor, o verdadeiro, a quantos pudessem! Sabes muito bem, que o verdadeiro amor opera prodígios e se senti-lo realmente poderá estar com quem quiseres em energia, e sentir a energia desse ser, esteja ele encarnado ou não, pois o amor é Luz e, para a Luz, não existe nem tempo, nem espaço, nem distâncias... Eis porque o ser humano sofre: ele quer um amor exclusivo, só dele, só para ele, e isso não existe, isso é ilusão. Ninguém pertence a ninguém. O amor é, e deve ser, Universal. É claro que, muitas vezes, tem a necessidade física de demonstrar o amor, carinho e afeto que sente por alguém e deves fazê-lo, porém, sem egoísmo, sem condições. O Amor quando verdadeiro proporciona paz, equilíbrio e harmonia no coração, mente e alma. Já o falso amor é egoísta, e quando não correspondido provoca angústia, sofrimento, depressão e muitas vezes se transforma em ódio. Não, isso não é amor! Poucos são os seres que verdadeiramente amam, ou amarão, em teu mundo. Aqueles que dizem estar “sofrendo por amor”, mentem. Estão sofrendo por ignorância, egoísmo, orgulho – menos por amor. O Amor ilumina, tudo pode e vence sempre! Não existe energia mais forte no Universo que a do amor – o Verdadeiro.”

(M. Stella Lecocq - Mensagens dos Mestres - de Coração a Coração - p. 67/69)

Nenhum comentário:

Postar um comentário