OBJETIVOS DO BLOGUE

Olá, bem-vindo ao blog "Chaves para a Sabedoria". A página objetiva compartilhar mensagens que venham a auxiliar o ser humano na sua caminhada espiritual. Os escritos contém informações que visam fornecer elementos para expandir o conhecimento individual, mostrando a visão de mestres e sábios, cada um com a sua verdade e experiência. Salientando que a busca pela verdade é feita mediante experiências próprias, servindo as publicações para reflexões e como norte e inspiração na busca da Bem-aventurança. O blog será atualizado diariamente com postagens de textos extraídos de obras sobre o tema proposto. Não defendemos nenhuma religião em especial, mas, sim, a religiosidade e a evolução do homem pela espiritualidade. A página é de todos, naveguem a vontade. Paz, luz, amor e sabedoria.

Osmar Lima de Amorim


quarta-feira, 21 de novembro de 2012

DIZ-ME O QUE PEDES A DEUS, E EU TE DIREI QUEM ÉS


“Diz-me o que pedes a Deus, e eu te direi quem és:

Se pedes – dá-me, Senhor, a vitória sobre meu concorrente – és egoísta, um imaturo, e ainda sofrerás muitas frustrações.

Se pedes – dá-me, Senhor, uma saúde melhor para poder criar meus filhos – és pessoa responsável, e terás a ajuda de Deus.

Se pedes – dá-me, Senhor, tua graça para que eu aprenda a amar-Te acima de tudo – és um devoto bendito e o Amor será teu Nirvana.

Se pedes – dá-me energia e lucidez, Senhor, para melhor servir-Te na pessoa de meu próximo – és um servo de Deus e talvez chegue a encontrá-Lo até mesmo nas chagas de um teu irmão leproso ou no olhar último de um moribundo.

Se pedes – Senhor, dá-me Tua Divina Luz para que possa eu te ver em tudo e em todos – és um sábio em plena busca, e terás a Paz na “Verdade que liberta”, que é teu destino.

Se tu nada pedes e, em meditação, ficas em silêncio, és santo. Tens a sabedoria de ver prece no silêncio. Tu sabes que Deus fala quando tu não falas. Tua passividade e entrega permitem que “seja feita Sua Vontade”. Tu, assim, omitindo-se, humildando-te, recolhendo-te, doando-te, O realizas.”

(Hermógenes – Mergulho na paz – p. 69/70)

Nenhum comentário:

Postar um comentário